“O Ano Mais Violento”: que bom, parece, mas não é

amvy_day6-219.CR2

Um bom trailer de filme nos remete àquela famigerada “propaganda de refrigerante”: dá muita vontade de consumir. O problema é quando nos vendem gato por lebre. Aí o bicho pega. Mas pela primeira vez na vida posso dizer que saí do cinema maravilhado por ter sido lubridiado. “O Ano Mais Violento”, que estreou nesta quinta, dia 2, é uma ode a personagens.

Esperando assistir a um daqueles filmes de gangsters à la Scorsese, com muitos tiros e perseguições, fui surpreendido por uma trama sensacional onde a tal violência do título é explicita apenas nele mesmo. O dissecar dos personagens durante o decorrer do filme é onde a engrenagem se sustenta. E sua mola principal se chama Oscar Isaac (Abel Morales). Com uma performance arrebatadora, ele nos submerge num estudo de personagem que vai fazer de tudo para manter seu negócio, preservando sua honra diante um ambiente envolto pelas mazelas da corrupção e acordos políticos. Na sua espreita, em se tratando de elogios, temos ainda a presença de Jessica Chastain (Anna Morales, a esposa), Albert Brooks (Andrew Walsh, o amigo) e David Oyelowo (Lawrence, o chefe de policia).

A Nova York de 1981, ano esse que foi considerado o mais violento da cidade, serve apenas de pano de fundo para o diretor e roteirista J.C. Chandor ( “Margin Call”, “Até o Fim”) nos agraciar com mais uma trama delicada, cheia de minucias, onde os embates são mais emocionais do que físicos, e ainda acaba deixando no ar uma ótima sensação de “Déjà Vu”, onde Serpico e “Popey” Doyle vão esbarrar com Abel a qualquer momento do longa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s